ADPP327

Tau ou Os Porcos do Retábulo de Issenheim

Data
1992

Materiais e Técnicas
Tinta acrílica sobre gesso e madeira

Medidas
421 x 435,5 cm (variável)

Inscrições
Sem inscrições

Coleção
Col. Fundação de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto. Doação de Bernardo Pinto de Almeida. (Inv. FS 0201)

Historial
Esta obra é uma concretização póstuma realizada por Bernardo Pinto de Almeida para o Museu de Serralves a partir de estudos (particularmete ADD324) de António Dacosta para um projeto em torno do Retábulo de Issenheim, que ficara inacabado. A peça foi apresentada pela primeira vez na exposição Há um minuto do Mundo que passa – Obras da colecção da Fundação de Serralves em 1992.
Desenvolvido da série Tau, a mais marcantes dos últimos anos, Dacosta pensava num complexo instalativo de pintura numa reflexão sobre estruturas retabulares. Em Março de 1990, Dacosta visitava o Retábulo de Issenheim (c.1512-1516), famosa obra encomendada a Mathias Grünewald (c.1470-1528) pelo Mosteiro de Santo Antão (ou Santo António Abade) de Issenheim para a capela do seu hospital destinada a doentes do fogo sagrado ou fogo de Santo António, tal como se nomeou uma doença de pele. Terá sido logo após essa viagem que Dacosta terá projetado Tau ou Os Porcos do Retábulo de Issenheim (com vários estudos de 1988 a 1990), uma reflexão sobre a estrutura polifónica do retábulo que pensava para uma exposição na Galeria 111.
O Retábulo de Issenheim vinha sendo uma referência central para a série do Tau. O «T» da crucificação associava-se ao «T» que os monges cosiam nas suas vestes e que imprimiam nas coxas dos porcos que tratavam, porcos estes que eram uma das suas principais fontes de autossubsistência e riqueza. Por seu lado, o porco era um dos símbolos de Santo Antão (numa ligação à série das Tentações de Santo António de Dacosta) e era a forma do seu bastão. A sua expressão de arquétipo permite ainda uma ligação aos vários alfabetos (o «T» do alfabeto latino; o «Tau», décima nona do alfabeto grego e a última letra do alfabeto hebraico). 




Obras relacionadas